Título: A pesquisa como experiência

Tipo de documento: Artigo

Assunto: Breve relato acerca dos caminhos da pesquisa em dança no estado de Santa Catarina nos últimos trinta anos, considerando que as noções de pesquisa e criação na área no Brasil foram sendo modificadas na relação com os contextos os quais estavam inseridas. A discussão acerca da pesquisa em dança é articulada à noção de experiência, bem como os processos de criação à procedimentos afetivos e políticos que problematizam o corpo, a própria dança e o mundo. A dança e sua dimensão criativa e reflexiva é discutida por meio da perspectiva de se pensar a teoria como ação e a prática como conhecimento. Os modos com que a pesquisa se constitui carrega em si um discurso, um modo de afetar e ser afetado e um modo de subjetivação que é político. A pesquisa em dança permite reconfigurar a experiência, propiciando modos menos normatizados e capitalizados de perceber as coisas e agir no mundo.

Autora: Sandra Meyer

Referência: Revista Científica da FAP. Curitiba, n. 2, v. 17, julho/dezembro/2017, p. 12-28.