Título: Presença que não se faz só: potências de afeto no ato de com-por entre corpos

Tipo de documento: Artigo

Assunto: O texto apresenta uma abordagem da presença do artista como relação, propondo um olhar sobre o corpo e sobre o deslocamento da noção de presença como uma atribuição prévia do artista, possibilitando a atenção ao que emerge no encontro entre corpos, no aqui e agora. O público é considerado como interlocutor ativo e o artista como aquele que deixa de protagonizar para com-por (por-se com) o espectador, como uma presença-convite, porosa, por meio de uma escuta apurada às configurações do ambiente. Uma articulação entre referências da arte, da filosofia, da antropologia e das ciências cognitivas permite que as diferenças entre presença impositiva e presença partilhada se evidenciem.

Autoras: Milene Lopes Dunha e Sandra Meyer

Referência: Revista Brasileira de Estudos da Presença. Vol.7, no.1, Porto Alegre, Jan./Apr. 2017